IRPF 2018: Imposto de Renda 2018

Coma chagada do início de ano milhares de cidadãos brasileiros precisam desembolsar uma determinada quantia da sua renda para quitar o IRPF 2018. O tributo é um dos mais importantes a serem declarados no país e por isso é necessário uma dose de organização para deixá-lo regularizado. Confira nesse artigo todas as informações importantes em relação ao IRPF 2018.



IRPF 2018

IRPF 2018

O pagamento do Imposto de Renda é de responsabilidade de grande parte dos trabalhadores do país. Dados sobre a isenção, tabela, alíquotas e como realizar a declaração do seu IRPF 2018 são de extrema importância para todos os contribuintes. Acompanhe!

Declaração do IRPF 2018

O Governo Federal precisa buscar diversas formas para custear todos os investimentos do estado e os programas sociais que beneficiam a população.

Um desses métodos para  abastecer os cofres públicos do país é a arrecadação de variados impostos e o IRPF 2018 é um principais.

Em 2018 são estimados cerca de 30 milhões de contribuintes ao imposto de renda e de acordo com as regras impostas pela Receita Federal do Brasil, o cidadão deverá contribuir todos os anos conforme o seu renda mensal. Ou seja, quanto mais você ganhar, mais você precisará contribuir.

Lembre-se: Caso o contribuinte opte por não declarar o seu Imposto de Renda  poderá ter sérios problemas com os órgãos federais, pois a sonegação de imposto é vista como crime no Brasil.


Quem precisa declarar o IRPF 2018?

Para responder essa questão é necessário entender que, apesar de ser um imposto obrigatório, grande parte dos cidadãos brasileiros são isentos ao valor da declaração do IRPF 2018. Isso por que apenas os cidadãos que detém uma renda mais abonada precisará declarar.

Confira a baixo quais são os requisitos necessários para realizar ou não a declaração do seu Imposto de Renda no ano de 2018:

  • Pessoas físicas que receberam rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 durante o ano ano base ( o ano de 2017);
  • Pessoas que tem rendimentos isentos, não-tributáveis, cuja soma seja maior que R$ 40 mil no ano de 2017;
  • Cidadãos tiverem a posse de bens, inclusive terrenos, de valor total maior que R$ 300 mil;
  • Trabalhadores que arrecadaram, no ano de 2017, um valor superior a R$ 140.619,55 proveniente de atividade rural;
  • Quem obteve um ganho de posses na transferência de bens ou direitos ou efetuaram operações em bolsas de valores estrangeiras, artigos ou  assemelhados.


Quem não deverá declarar o IRPF 2018?

Pessoas que não estejam enquadradas na situação econômica descrita no tópico acima não deverá declarar o Imposto de Renda. Além disso, confira as outras situações que encaixam o cidadão na posição de isenção do IRPF 2018:

  • Beneficiário de aposentadoria, pensão ou reforma;
  • Quem possuir renda mensal de até 1.903,98 (de acordo com a tabela de 2016);
  • Quem obtém posse de bens e direitos, desde que o valor total de até R$ 300.000,00;
  • Pessoas portadores de doenças graves como:
  • AIDS (Síndrome da Imunodeficiência Adquirida);
  • Alienação Mental;
  • Cardiopatia Grave;
  • Neoplasia Maligna;
  • Paralisia Irreversível e Incapacitante;
  • Tuberculose Ativa.
  • Cegueira;
  • Esclerose Múltipla;
  • Espondiloartrose Anquilosante;
  • Fibrose Cística (Mucoviscidose);
  • Hanseníase;
  • Hepatopatia Grave;
  • Contaminação por Radiação;
  • Doença de Paget em estados avançados;
  • Doença de Parkinson;
  • Nefropatia Grave.

Tabela do IRPF 2018

Todos os anos o Governo Federal disponibiliza uma tabela referente as alíquotas (percentual de algum valor tributado) que serão cobradas na arrecadação do IRPF 2018.

Por meio dessa tabela o contribuinte poderá se guiar em relação aos valores de acordo com sua renda.

Até o momento ainda não foi disponibilizada a tabela referente ao Imposto do ano de 2018, por isso confira a tabela de 2017 e a tome como uma base para realizar os cálculos:

Base de cálculo (R$) Alíquota (%) Parcela a deduzir do IRPF (R$)
Até 22.847,76
De 22.847,77 até 33.919,80 7,5 1.713,58
De 33.919,81 até 45.012,60 15 4.257,57
De 45.012,61 até 55.976,16 22,5 7.633,51
Acima de 55.976,16 27,5 10.432,32

 

Para ter certeza de quando você deverá contribuir, clique aqui e escolha uma forma de realizar a sua simulação de alíquota efetiva.

 


Como declarar o seu IRPF 2018?

Antes de mais nada, é importante lembrar que não é uma boa ideia deixar a declaração do seu IRPF 2018 para última hora, pois o  contribuinte poderá se deparar com o congestionamento no site da causado pelos retardatários e esse impasse poderá tornar sua declaração muito mais difícil.

Para a realização dessa ação, você pode optar por dois programas on-line, confira!

  1. Programa IRPF destinados a Tablets e Smartphones

Após instalar em seu aparelho, abra o aplicativo e clique em Fazer Declaração.

Mesmo que você não tenha realizado uma declaração antes, não se preocupe pois o programa é totalmente explicativo.

2. Gerador de Declaração, destinado a computadores

  • Acesse o site da Receita Federal;
  • Procure o banner “IRPF 2018;
  • Clique em Download do Programa;
  • Escolha a opções da plataforma do seu computador.

Após a instalação, clique na opção Nova Declaração caso essa seja a sua primeira declaração neste computador.

Em seguida, escolha a opção Declaração de Ajuste Anual e espere abrir uma nova janela.

Do esquerdo do seu computador terá um menu do qual será o seu guia de declaração do IRPF 2018.

Depois de achá-lo, preencha os seguintes dados:

  • Dependentes;
  • Alimentandos;
  • Rendimentos;
  • Imposto pago/retido;
  • Pagamentos efetuados;
  • Doações efetuadas;
  • Bens e direitos;
  • Dívidas e ônus reais;
  • Espólio;
  • Importações;
  • Renda;
  • Entre outras informações necessárias.

Após a finalização, confirme os dados para que não hajam erros.

No resumo da sua declaração, você poderá ler as informações sobre quanto gastou durante o ano em impostos e se poderá receber uma restituição.

Após confirmar as informações clique em Entregar Declaração no canto esquerdo inferior do seu computador.

Para imprimir, selecione o item Declaração no menu superior, em seguida escolha a opção Imprimir e Recibo.


Restituição IRPF 2018

Caso você tenha pago mais do que deveria durante o ano de 2017, terá direito a obter de volta esse valor. A restituição do IRPF 2018 é realizado pela Secretaria da Receita Federal do Brasil – RFB.

Para consultar a sua situação sobre a restituição IRPF clique aqui.

  • Preencha o seu CPF;
  • Data de Nascimento;
  • Código de Segurança;
  • Clique em Consultar.

Caso você deseje observar o calendário completo da restituição, poderá consultar os lotes de restituição do Imposto de Renda 2018, clique aqui.


Caio na Malha Fina? Saiba como se regularizar!

De acordo com a Receita Federal, cerca de 771.801 declarações caíram na malha fina no ano de 2017. Os contribuintes não receberam a sua restituição e por isso precisaram agir para se regularizarem.

Se você faz parte desse grupo, antecipe a sua intimação da Receita Federal, assim você voltará a estar em dia com o estado.

✱  Através do site da Receita Federal você poderá consultar a sua situação. Clique aqui 

✱ As informações para geração do código de acesso também estão na página da Receita Federal, clique aqui e obtenha o código.

✱Outra opção é ligar para o número 146 e procurar informações com um funcionário especializado.

Caso hajam pendências com a sua declaração do IRPF 2018, entre em contato com os seguintes números:

  •  4004-0001 (capitais);
  • 0800-729-0001 (demais localidades);
  • 0800-729-0088 (deficientes auditivos).

Para manter nossos leitores informados, sempre que houverem novas informações iremos adicionar a este post. Caso haja alguma dúvida relacionada ao Imposto de Renda, deixe um comentário a baixo e iremos solucioná-la.

 

IRPF 2018: Imposto de Renda 2018
1 votes. Average: 5 out of 5!

One thought on “IRPF 2018: Imposto de Renda 2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *