IRPJ 2018: Imposto de Renda Pessoa Jurídica 2018

Além das pessoas físicas, as organizações, empresas e instituições precisam declarar o seu Imposto de Renda, dai se vem a sigla IRPJ 2018. A princípio essa tributo possui a mesma essência do tributo destinado as pessoas físicas, porém caso você seja um empreendedor, é importante conferir todas as informações sobre o IRPJ 2018 e saber como declará-lo.



IRPJ 2018

IRPJ 2018

O seu IRPJ 2018 poderá ser regularizado de forma anual ou também trimestralmente.

Com intuito de auxiliá-lo, organizamos neste artigo todas informações sobre esta modalidade da declaração do Imposto de Renda, acompanhe para saber mais!

Não Arrisque, Conte com Especialistas em Declaração de IR

"Erros na Declaração do Imposto de Renda Podem Causar Multas de Até 75%"

Quer Ajuda na Sua Declaração? Clique Aqui e Saiba Mais.

Do que se trata o IRPJ 2018?

O Imposto de Renda de Pessoa Jurídica – IRPJ 2018, assim como o IRPF, é um valor recolhido pelo Governo Federal uma vez ao ano partir dos rendimentos anuais de uma determinada empresa com cadastros jurídicos. 

Existem quatro modelos tributários para as instituições, sendo eles:

  • Lucro Simples: Para empresas que faturam até R$ 3,6 milhões ao ano;
  • Lucro Real: Empresas com receita bruta acima dos R$ 48 milhões ao ano;
  • Lucro Presumido: Para empresas que faturam até R$ 48 milhões ao ano;
  • Lucro Arbitrário: Aplicado pelo fisco como uma punição para quem não conseguiu manter em dia seus controles contábeis.

Não é possível escolher sua modalidade, uma vez que um tipo de empresa se enquadra em apenas uma, e sendo assim, não pode alterá-la. 

O Lucro Real é o tipo mais acessado pelas organizações maiores, pois essa modalidade é para empresas que possuam o lucro maior que R$ 48 milhões no exercício do ano anterior. 


Quem precisa declarar o IRPJ 2018?

 A princípio todas as empresas que possuam o CNPJ – Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica devem declará-lo, porém apesar de ser um imposto obrigatório, nem todas as organizações precisam quitá-los.

Se a sua empresa for de micro e pequeno porte, o tributo mais aconselhável para você é o Simples Nacional. Essa modalidade de recolhimento possuem valores menores, o que facilita muito e o torna apropriado para empresas desses determinados perfis. 

Você precisa declarar o IRPJ? Saiba que a alíquota é de cerca de 15% em cima do lucro anual da organização. Se o seu lucro for acima de R$20.000,00 além da porcentagem já citada, será acrescido ao tributo mais 10% sobre as parcelas.


Como declarar o IRPJ 2018?

O processo deverá acontecer através do programa disponibilizado pela Receita Federal, porém diferentemente do IRPF, o IRPJ 2018 é um pouco mais complicado. 

Normalmente a responsabilidade fica sob os profissionais contábeis vinculados a empresa, sendo assim o mais recomendável é que você consulte o seu contador para maiores detalhes desse serviço.

O tributo pode ser declarado de duas formas:

  • Uma vez ao ano;
  • Trimestralmente entre as datas de: 31 de março, 30 de junho, 30 de setembro e 31 de dezembro

No entanto, caso haja alguma fusão entre duas ou mais empresas, a data será aquela da fusão e não as datas informadas acima.

Caso você deseje realizar a sua declaração, clique aqui e seja encaminhado ao portal da Receita Federal clicando aqui e siga os passos a baixo:

  • Busque a opção Aplicativo de Coleta;
  • Leias as informações e verifique a compatibilidade com o seu navegador.

No site da Receita Federal, você poderá acompanhar também os lançamentos das suas informações através do acesso a cópia do seu IRPJ 2018. Para consultar clique aqui.

Seja qual for a sua opção para efetuar a declaração do seu IRPJ, é importante que o empresário opte pela forma mais segura e correta, pois erros ou informações incompletas poderão resultar em graves problemas da empresa com a Receita Federal.


Pessoas Jurídicas Inativas: Como declarar o IRPJ 2018?

As empresas ou organizações que não efetivaram suas atividades operacionais e financeiras são denominadas com o termo “Inativo”.

 Essas empresas são obrigadas todos os anos a entregar a declaração Simplificada da Pessoa Jurídica inativa. Para realizar a declaração de empresas nessa situação, o responsável deverá realizar os seguintes passos:

  • Acessa o site da Receita Federal ;
  • Em seguida preencher o seu CNPJ;
  • O CPF do responsável pelo CNPJ;
  • Código de Segurança;
  • Clicar em Confirmar.

Restituição IRPJ 2018

Nos casos em que o contribuinte tenha pago um valor indevido ou maior que o necessário, terá o direito a solicitar a sua restituição IRPJ 2018 e obter a devolução da sua taxa acrescido de juros.

Os saldos sobre o tributo serão restituídos pelo programa Programa PER/DCOMP nas situações  a seguir:

  • De apuração anual, a partir de janeiro do ano-calendário subsequente ao do encerramento do período de apuração;
  • De apuração trimestral, a partir do mês subsequente ao do trimestre de apuração;
  • De apuração especial decorrente de cisão, fusão, incorporação ou encerramento de atividade de uma determinada empresa, a partir do primeiro dia útil ao encerramento da apuração.

Pretendendo saber mais sobre a restituição IRPJ 2018? Clique aqui e consulte as informações referentes ao assunto.

Agora que você já está ciente sobre as informações do IRPJ 2018, fique atento quanto ao cronograma oficial de pagamento e se organize com antecipação para quitar as pendências da sua empresa com a Receita Federal.

 
Avalie este conteúdo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *