IRPJ 2018: Imposto de Renda Pessoa Jurídica 2018

Além das pessoas físicas, as organizações, empresas e instituições precisam declarar o seu Imposto de Renda, dai se vem a sigla IRPJ 2018. A princípio essa tributo possui a mesma essência do tributo destinado as pessoas físicas, porém caso você seja um empreendedor, é importante conferir todas as informações sobre o IRPJ 2018 e saber como declará-lo.



IRPJ 2018

IRPJ 2018

O seu IRPJ 2018 poderá ser regularizado de forma anual ou também trimestralmente.

Com intuito de auxiliá-lo, organizamos neste artigo todas informações sobre esta modalidade da declaração do Imposto de Renda, acompanhe para saber mais!


Do que se trata o IRPJ 2018?

O Imposto de Renda de Pessoa Jurídica – IRPJ 2018, assim como o IRPF, é um valor recolhido pelo Governo Federal uma vez ao ano partir dos rendimentos anuais de uma determinada empresa com cadastros jurídicos. 

Existem quatro modelos tributários para as instituições, sendo eles:

  • Lucro Simples: Para empresas que faturam até R$ 3,6 milhões ao ano;
  • Lucro Real: Empresas com receita bruta acima dos R$ 48 milhões ao ano;
  • Lucro Presumido: Para empresas que faturam até R$ 48 milhões ao ano;
  • Lucro Arbitrário: Aplicado pelo fisco como uma punição para quem não conseguiu manter em dia seus controles contábeis.

Não é possível escolher sua modalidade, uma vez que um tipo de empresa se enquadra em apenas uma, e sendo assim, não pode alterá-la. 

O Lucro Real é o tipo mais acessado pelas organizações maiores, pois essa modalidade é para empresas que possuam o lucro maior que R$ 48 milhões no exercício do ano anterior. 


Quem precisa declarar o IRPJ 2018?

 A princípio todas as empresas que possuam o CNPJ – Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica devem declará-lo, porém apesar de ser um imposto obrigatório, nem todas as organizações precisam quitá-los.

Se a sua empresa for de micro e pequeno porte, o tributo mais aconselhável para você é o Simples Nacional. Essa modalidade de recolhimento possuem valores menores, o que facilita muito e o torna apropriado para empresas desses determinados perfis. 

Você precisa declarar o IRPJ? Saiba que a alíquota é de cerca de 15% em cima do lucro anual da organização. Se o seu lucro for acima de R$20.000,00 além da porcentagem já citada, será acrescido ao tributo mais 10% sobre as parcelas.


Como declarar o IRPJ 2018?

O processo deverá acontecer através do programa disponibilizado pela Receita Federal, porém diferentemente do IRPF, o IRPJ 2018 é um pouco mais complicado. 

Normalmente a responsabilidade fica sob os profissionais contábeis vinculados a empresa, sendo assim o mais recomendável é que você consulte o seu contador para maiores detalhes desse serviço.

O tributo pode ser declarado de duas formas:

  • Uma vez ao ano;
  • Trimestralmente entre as datas de: 31 de março, 30 de junho, 30 de setembro e 31 de dezembro

No entanto, caso haja alguma fusão entre duas ou mais empresas, a data será aquela da fusão e não as datas informadas acima.

Caso você deseje realizar a sua declaração, clique aqui e seja encaminhado ao portal da Receita Federal clicando aqui e siga os passos a baixo:

  • Busque a opção Aplicativo de Coleta;
  • Leias as informações e verifique a compatibilidade com o seu navegador.

No site da Receita Federal, você poderá acompanhar também os lançamentos das suas informações através do acesso a cópia do seu IRPJ 2018. Para consultar clique aqui.

Seja qual for a sua opção para efetuar a declaração do seu IRPJ, é importante que o empresário opte pela forma mais segura e correta, pois erros ou informações incompletas poderão resultar em graves problemas da empresa com a Receita Federal.


Pessoas Jurídicas Inativas: Como declarar o IRPJ 2018?

As empresas ou organizações que não efetivaram suas atividades operacionais e financeiras são denominadas com o termo “Inativo”.

 Essas empresas são obrigadas todos os anos a entregar a declaração Simplificada da Pessoa Jurídica inativa. Para realizar a declaração de empresas nessa situação, o responsável deverá realizar os seguintes passos:

  • Acessa o site da Receita Federal ;
  • Em seguida preencher o seu CNPJ;
  • O CPF do responsável pelo CNPJ;
  • Código de Segurança;
  • Clicar em Confirmar.

Restituição IRPJ 2018

Nos casos em que o contribuinte tenha pago um valor indevido ou maior que o necessário, terá o direito a solicitar a sua restituição IRPJ 2018 e obter a devolução da sua taxa acrescido de juros.

Os saldos sobre o tributo serão restituídos pelo programa Programa PER/DCOMP nas situações  a seguir:

  • De apuração anual, a partir de janeiro do ano-calendário subsequente ao do encerramento do período de apuração;
  • De apuração trimestral, a partir do mês subsequente ao do trimestre de apuração;
  • De apuração especial decorrente de cisão, fusão, incorporação ou encerramento de atividade de uma determinada empresa, a partir do primeiro dia útil ao encerramento da apuração.

Pretendendo saber mais sobre a restituição IRPJ 2018? Clique aqui e consulte as informações referentes ao assunto.

Agora que você já está ciente sobre as informações do IRPJ 2018, fique atento quanto ao cronograma oficial de pagamento e se organize com antecipação para quitar as pendências da sua empresa com a Receita Federal.

 
IRPJ 2018: Imposto de Renda Pessoa Jurídica 2018
1 votes. Average: 5 out of 5!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *