Imposto de Renda 2019: Como Declarar? Programa IRPF

   Comentários desativados em Imposto de Renda 2019: Como Declarar? Programa IRPF


Os brasileiros que possuem rendimentos anuais sejam acima de R$ 28.559,70 precisam ficar de olho nos prazos para a declaração do Imposto de Renda 2019. Como se trata de um procedimento complexo, preparamos um guia completo sobre o Imposto de Renda 2019, incluindo informações sobre Alíquotas ✓ Programa IRPF ✓ Declaração ✓ e Novas regras ✓



Imposto de Renda 2019

Imposto de Renda 2019

A falta de informação envolvendo este imposto gera grandes dores de cabeça nos contribuintes brasileiros. Por isso, para evita qualquer problemas como sonegação de imposto ou a tão temida malha fina IRPF 2019 é importante saber como fazer corretamente a declaração do Imposto de Renda 2019, acompanhe!

Imposto de Renda 2019

Iniciando o nosso guia do IRPF, é preciso lembrar a você, leitor, que é uma ideia ruim deixar a declaração do seu IRPF 2019 para última hora! O site da Receita Federal não está apto para receber tantas visitas de uma só vez e poderá ficar congestionado, tornando o processo ainda mais lento.

Além disso a declaração que não for concluída no prazo divulgado pela Receita Federal, se torna alvo de multas. Ou seja, realize a declaração do Imposto de Renda 2019 dias antes do fim do prazo e não tenha nenhum problema com o famoso leão da Receita federal!

Para resumir algumas questões, o Imposto de Renda é uma das maneiras que o Governo Federal encontra para arrecadar valores e empregar de volta no desenvolvimento do país.

Segundo as novas regras IRPF 2019, o cidadão tem a obrigação de contribuir por ano com o valor referente ao seu ganho mensal. Sendo assim, quanto maior for a sua renda, mais você deverá contribuir com o imposto. O máximo pago pelo cidadão brasileiro em imposto de renda é 27,5% da sua renda!


Quem precisa declarar o Imposto de Renda 2019?

O Imposto de Renda é obrigatório, mas isso não quer dizer que todos os cidadãos brasileiros devam contribuir com o mesmo. Parte da população tem direito a isenção da declaração do Imposto de Renda.

*Isso quer dizer que apenas os cidadãos que possuem uma renda maior precisam declarar!

Conheça agora quais são as regras para ter ou não direito a isenção IRPF 2019, lembrando que o ano base para a declaração é do ano de 2018.

*Para declarar é preciso:

  • Teve rendimentos tributáveis acima dos R$ 28.559,70;
  • Teve rendimentos não tributáveis, ou tributáveis exclusivamente na fone acima dos R$ 40.000,00;
  • Realizou operações na bolsa de valores ou de mercados futuros;
  • Teve ganho de capital sobre a alienação de bens e direitos;
  • Teve renda anual rural bruta superior a R$ 142.798,50;
  • Queira compensar prejuízos e perdas da atividade rural de anos anteriores;
  • teve posse, no dia 31 de dezembro de 2018 de bens cujo valor ultrapasse a fixa de R$ 300.000,00;
  • Passou a condição de residente no Brasil e aqui se encontrava no dia 31 de dezembro de 2018.

Atenção: O contribuinte que tenha tido rendimentos iguais ou superiores a R$ 10 milhões, deve transmitir a declaração de ajuste anual juntamente com um certificado digital.


Quem NÃO precisa declarar o IRPF 2019?

Como já foi dito acima, há uma parcela da população que não precisa declarar o Imposto de Renda 2019. Para ter mais conhecimento sobre esse tema, veja agora quais são essas pessoas:

  • Quem possuir renda mensal de até 1.903,98 (de acordo com a tabela de 2016);
  • Beneficiário de aposentadoria, pensão ou reforma;
  • Quem obtém posse de bens e direitos, desde que o valor total de até R$ 300.000,00;
  • Pessoas portadores de doenças graves como:
  • AIDS (Síndrome da Imunodeficiência Adquirida);
  • Alienação Mental;
  • Cardiopatia Grave;
  • Cegueira;
  • Esclerose Múltipla;
  • Espondiloartrose Anquilosante;
  • Fibrose Cística (Mucoviscidose);
  • Hanseníase;
  • Hepatopatia Grave;
  • Neoplasia Maligna;
  • Paralisia Irreversível e Incapacitante;
  • Tuberculose Ativa.
  • Contaminação por Radiação;
  • Doença de Paget em estados avançados;
  • Doença de Parkinson;
  • Nefropatia Grave.

Tabela Imposto de Renda 2019

Uma vez por ano o Governo Federal divulga os novos valores da Tabela IRPF. Ao conferir a tabela, é possível saber detalhes sobre as alíquotas da Tabela IRRF 2019 que mudam com o valor do salário de cada trabalhador.

É importante ficar atento a tabela do Imposto de Renda 2019 antes de realizar a sua declaração, pois só assim você não tem chances de cometer erros.

Até o momento não havia sido divulgada a tabela referente ao ano de 2019, por isso confira a do ano anterior para ter uma base:

Base do Cálculo Alíquota Parcela a deduzir
Até R$ 22.847,76
De R$ 22.847,77 até R$ 33.919,80 7,5% R$ 1.713,58
De R$ 33.919,81 até R$ 45.012,60 15% R$ 4.257,57
De R$ 45.012,61 até R$ 55.976,16 22,5% R$ 7.633,51
Acima de R$ 55.976,16 27,5% R$ 10.432,32

*Quando a for divulgada a nova tabela do Imposto de Renda 2019, atualizaremos estes dados!


Como declarar Imposto de Renda 2019?

Você acha que declarar o Imposto de Renda 2019 é complicado? Pois saiba que essa informação é um mito! As formais mais simples de efetuar a declaração do Imposto de Renda, é por meio do aplicativo IRPF e também o programa do imposto de Renda 2019

E é sobre essas duas maneiras que vamos conversar agora!

1- A primeira opção para efetuar declaração é por meio do aplicativo “IRPF” disponível em versões de Tablets e Smartphones;

  • Baixe o APP no seu dispositivo (podendo ser aparelhos Android e IOS);
  • Cadastre-se e preencha os campos solicitados.

2- A segunda maneira é por meio do site da Receita Federal, instalando o Gerador de Declaração IRPF para computadores;

  • Escolha a opção “Download do Programa RECEITANET” ou “Baixar RECEITANET“;
  • Clique na plataforma do seu computador que melhor se encaixa para o seu computador;
  • Ao fim, clique no ícone escrito “Programa IRPF 2018”.

Ao concluir a instalação, escolha a opção “Nova Declaração” se essa for a sua primeira declaração no computador;

Clique na opção “Declaração de Ajuste Anual” e abra uma nova aba.

Do lado esquerdo do terá um menu que será uma espécie de guia da declaração do Imposto de Renda 2019.

O próximo passo é preencher os seguintes dados:

  • Dependentes;
  • Alimentandos;
  • Rendimentos;
  • Imposto pago/retido;
  • Pagamentos efetuados;
  • Doações efetuadas;
  • Bens e direitos;
  • Dívidas e ônus reais;
  • Espólio;
  • Importações;
  • Renda;
  • Entre outras informações necessárias.

Ao concluir, confirme com atenção os dados para que não hajam erros!

Não houve erros nas informações? O próximo passo é clicar aonde tem escrito “Entregar Declaração” no canto esquerdo inferior da sua tela.

Com o processo concluído e sua declaração enviada. Imprima o recibo da declaração! Para isso, busque no menu superior do programa o item Declaração”, escolha a opção “Imprimir” e “Recibo”.


Restituição Imposto de Renda 2019

Já declarou o imposto de renda? Calma que ainda existem algumas informações importantes!  É também preciso que o contribuinte fique atento a consulta da Restituição do Imposto de Renda 2019. Em alguns casos o valor declarado pode estar incorreto e talvez você seja reembolsado.

O pagamento da Restituição do IRPF 2019 fica sob responsabilidade da Secretaria da Receita Federal do Brasil – RFB.

➜ Quer consultar a sua restituição? Clique aqui;

  • Digite o CPF de quem deseja receber a restituição;
  • Data do seu Nascimento;
  • Código de Segurança;
  • Clique aonde tem escrito “Consultar”.

➜ Para conferir o calendário restituição IRPF 2019, consulte os lotes, clicando aqui